A RESTAURAÇÃO DO DEPENDENTE QUÍMICO

 em Artigos

 

A maioria dos dependentes químicos, é proveniente de famílias que passaram por algum tipo de desestrutura, como pais separados ou que já apresentavam algum envolvimento com as drogas. Isso não significa que toda pessoa que tenha pais separados use drogas; mas, sim, que a desestrutura familiar é fator relevante nesse contexto.

Isso vale também, inclusive, para o cometimento de crimes. Pessoas que viveram em lares marcados por abandono, maus tratos e/ou sem diálogos sadios acabam mais propensas a enveredarem pelo submundo da criminalidade.

A prevenção da dependência de álcool e outras drogas começa em casa. Quando os filhos são respeitados, amados, disciplinados e criados por pais sensíveis, onde se ensina o caminho correto da palavra de Deus, se tem maior oportunidade de amadurecer de forma saudável e menos probabilidade de se tornarem um dependente químico. A final, a família foi a primeira instituição criada por Deus.

Ou seja, tanto Deus pela sua palavra, quanto o Estado, pelas disposições da Constituição, têm a harmonia familiar como fundamental para a formação de uma sociedade mais justa e fraterna, e porque não dizer, livre das drogas.

Sempre há esperança! Mesmo quando os homens não conseguem ajudar a dependente a livrar-se do vício, Deus diz que para Ele tudo é possível. (Lucas 18:27). Venha conhecer a “Morada de Deus”

Estamos de braços aberto para ajudá-lo.

Postagens Recentes

Deixe um Comentário